BLOG

File server na nuvem: entenda como o armazenamento de dados na nuvem pode ser um diferencial competitivo

15/06/2020 | Microsoft, Tecnologia

A computação em nuvem continua em ascensão em todo mundo. Por isso, ter um servidor físico na sua empresa já é considerada uma prática do passado. Há diversos benefícios por trás da adoção de um servidor de arquivo na nuvem. Abaixo, conheça as vantagens e entenda como a sua organização pode ter produtividade, gestão, segurança e muito mais com os arquivos na nuvem.

O que é o armazenamento de arquivos na nuvem?

O armazenamento de arquivos na nuvem é um método de armazenamento de dados na nuvem que permite que servidores e aplicativos acessem os dados por meio de sistemas de arquivos compartilhados. Dessa maneira, os usuários podem criar, visualizar, modificar, excluir e gravar arquivos.

Para poder ser flexível e acessar documentos de qualquer lugar, o primeiro passo é entender todas as possibilidades que a tecnologia em nuvem oferece. Migrar sua empresa para a nuvem não só significa que seus funcionários podem, facilmente, acessar documentos, dados e informações, também permite que você use novas tecnologias integradas na solução.

Com o Azure, a nuvem da Microsoft, você só paga pelos serviços utilizados, economizando dinheiro em seus custos operacionais e aumentando a escala à medida que seus negócios crescem. O Azure funciona a partir de uma base segura, com controles internos para personalizar seus usuários e seu gerenciamento de dados.

Além disso, você pode implementar recursos tecnológicos para incrementar a disponibilidade, continuidade de negócio e, principalmente, a segurança, visto que a Microsoft tem uma presença global maior que a de qualquer outro provedor de nuvem, com mais de 54 regiões distribuídas em todo o mundo. Essa infraestrutura oferece a você a escala necessária para aproximar seus aplicativos dos usuários.

Quais são os principais benefícios?

Acesso compartilhado:
Uma das opções são os compartilhamentos de arquivos do Azure, que suportam o protocolo SMB padrão (Server Message Block), ou seja, você pode substituir perfeitamente seus compartilhamentos de arquivos locais pelos compartilhamentos de arquivos do Azure sem se preocupar com a compatibilidade dos aplicativos. Poder compartilhar um sistema de arquivos em vários computadores, aplicativos e instâncias é uma vantagem significativa com os arquivos do Azure para aplicativos que precisam de compartilhamento.

Totalmente gerenciado:
Os compartilhamentos de arquivos do Azure podem ser criados sem a necessidade de gerenciar um sistema operacional ou hardware. Isso significa que você não precisa lidar com a correção do sistema operacional do servidor com atualizações críticas de segurança ou com a substituição de discos rígidos com defeito.

Resiliência:
O serviço Arquivos do Azure foi criado do zero para estar sempre disponível. Substituir os compartilhamentos de arquivos locais pelos Arquivos do Azure significa que não é preciso estar ativado para lidar com interrupções locais de energia ou problemas de rede.

Fácil configuração da estação de trabalho:
O acesso aos dados, através de uma estação de trabalho, é muito simples uma vez que ele é executado por um simples mapeamento de rede, direcionado para o Serviço do Azure.

Azure Backup:
O serviço de Backup do Azure fornece soluções simples, seguras e econômicas para fazer backup de seus dados e recuperá-los da nuvem do Microsoft Azure. Além disso, uma vez que os dados estão no Azure, é muito mais fácil integrar e conectar as soluções.

Azure Disaster Recovery:
Ideal para realizar a recuperação do file server ou servidor local. Também é totalmente integrado com as soluções do Azure.

Por que o serviço Arquivos do Azure é útil?

Conheça os pontos técnicos do file server na nuvem:

Substituir ou complementar os servidores de arquivos locais:
Os Arquivos do Azure podem ser usados para substituir completamente ou complementar os servidores de arquivos tradicionais no local ou dispositivos NAS (Network Attached Storage, unidade dedicada exclusivamente ao armazenamento de arquivos em uma rede de computadores). Sistemas operacionais conhecidos, como o Linux, Windows e macOS podem montar diretamente compartilhamentos de arquivos do Azure em qualquer lugar. Os compartilhamentos de arquivos do Azure também podem ser replicados com a Sincronização de Arquivos do Azure para Windows Servers, no local ou na nuvem, para armazenamento dos dados em cache distribuído e com desempenho onde estão sendo usados. Além disso, os compartilhamentos de arquivos do Azure podem continuar trabalhando com o AD hospedado localmente para o controle de acesso, isso significa que você pode integrar a nuvem com seu ambiente local.

Simplificar o desenvolvimento na nuvem:
Os Arquivos do Azure também podem ser usados de várias maneiras para simplificar novos projetos de desenvolvimento na nuvem, por exemplo:

  • Configurações de aplicativo compartilhado: um padrão comum para aplicativos distribuídos é fazer com que os arquivos de configuração fiquem em um local centralizado, onde possam ser acessados de diversas instâncias de aplicativos. As instâncias do aplicativo podem carregar sua configuração por meio da API REST de arquivo e os usuários podem acessá-las conforme necessário com a montagem local do compartilhamento SMB.
  • Compartilhamento de diagnóstico: um compartilhamento de arquivos do Azure é um local conveniente para aplicativos de nuvem gravarem seus logs, métricas e despejos de memória. Os logs podem ser gravados pelas instâncias do aplicativo por meio da API REST de Arquivo e os desenvolvedores podem acessá-los ao montar o compartilhamento de arquivos em seu computador local. Isso permite maior flexibilidade, já que os desenvolvedores podem adotar o desenvolvimento em nuvem sem a necessidade de abandonar as ferramentas existentes que conhecemos e amamos.
  • Desenvolvimento, teste e depuração: quando desenvolvedores ou administradores estão trabalhando em máquinas virtuais na nuvem, eles frequentemente precisam de um conjunto de ferramentas ou utilitários. Copiar tais ferramentas e utilitários em cada VM pode ser uma atividade demorada. Ao montar um compartilhamento de arquivos do Azure localmente nas máquinas virtuais, o desenvolvedor e o administrador podem acessar rapidamente suas ferramentas e utilitários sem precisar copiá-las.

Em suma, com o file server na nuvem (ou armazenamento de arquivos na nuvem), você terá mobilidade para o seu negócio:

  • Armazenamento de arquivos na nuvem;
  • Escalabilidade;
  • Estenda os servidores para o Azure;
  • Segurança dos dados;
  • Fácil gerenciamento e compartilhamento de arquivos;
  • Faça integração com seu Active Directory local.

Além disso, existem outras possibilidades de file server na nuvem, por exemplo, levar o servidor completo para nuvem com acesso via VPN. Conheça as possibilidades de armazenamento de arquivos na nuvem:

  • 1ª opção: pasta compartilhada na nuvem;
  • 2ª opção: levar ou instalar o servidor completo na nuvem;
  • 3ª opção: no modelo híbrido, ou seja, sincronizar o file server local com armazenamento estendido para nuvem.

Com o Azure, é possível substituir ou complementar os servidores de arquivos locais. Dessa forma, sua empresa terá diversos benefícios, como por exemplo: alta disponibilidade, acesso compartilhado, criação e gerenciamento de scripts e ferramenta, segurança e muito mais. Saiba mais.

(Texto: Adaptação/Microsoft)

Veja também:

O que é o Microsoft SharePoint e quais são suas utilizações?

O que é o Microsoft SharePoint e quais são suas utilizações?

Em tempos de ascensão do trabalho remoto, soluções de aplicações web, feitas para armazenar, compartilhar e acessar informações corporativas, ganham ainda mais espaço por serem responsáveis pela conexão entre colaborador e a intranet da empresa. Confira nesse artigo o...

Segurança da informação: entenda o seu conceito e importância

Segurança da informação: entenda o seu conceito e importância

Com a popularização da internet e, consequentemente, o uso da tecnologia da informação como aliada nos processos diários, estratégias e tomadas de decisões das empresas, a segurança da informação passou a ter grande relevância. O conceito de segurança da informação...